SOBRE A SAGA

 Juntando Séculos – 12 anos de filmagens “A Saga”

 

O cineasta Manaoos Aristides, há 16  anos se propôs a contar essa história, porém sabia que não seria fácil transportar este Épico Paranaense para as telas em formato de teledramaturgia. Apesar de sua experiência como Diretor na TV Globo (SP), TV Bandeirantes (SP), sabia das dificuldades de se produzir fora do eixo Rio – São Paulo, uma série de envergadura, com um enredo temporal que ia do Século XVI até meados dos anos 60. 


No entanto, bastou começar a pesquisa e as andanças por todo o Paraná, que Manaoos Aristidescom sua visão televisiva e experiência dramatúrgica, encontrou o manancial de histórias e personagens já prontos. As cidades e seu povo, os fatos históricos e documentos, já estavam ali  latentes, vibrantes, como se esperassem por alguém que lhes viesse descortinar a memória. 
São tantas histórias, tantas vidas, tantos personagens revividos, que 16 capítulos de 1 hora quase foram poucos para traduzir tamanha grandeza da obra. Mais do que um entretenimento, “A SAGA” torna-se um dos mais importantes documentos históricos do Paraná, onde seu povo pode enxergar sua história e suas tradições com admiração e orgulho.
Mas não são somente famosos que fizeram parte da produção. O povo paranaense se identifica, literalmente, nas telas da TV. Mais de 5 mil participantes entre: atores, figurantes e profissionais de produção, trabalharam em “A SAGA”, fazendo desta a maior produção de teledramaturgia já realizada fora do eixo Rio/São Paulo. 
O projeto visionário começou a ser desenvolvido em 1999 em Cascavel sendo que deste período até a finalização, a equipe ficou sem filmar durante alguns  anos. Porto Mendes, Catanduvas, Ponta Grossa, Tibagi, Castro, Pirai do Sul, Porto União/SC, União da Vitória, Imbituva e as belezas dos campos gerais, Pinhão, Faxinal do Céu, Guarapuava, Campo Largo, Morretes e Antonina com a Mata Atlântica e o centro histórico, e as praia de Shangri-lá e Pontal do Paraná e na ultima etapa Mandirituba.  
A Série “A SAGA – Da Terra Vermelha Brotou o Sangue”, foi exibida em 2014 e 2015 em circuito nacional pela TV BRASIL e em mais de 200 emissoras de todo país, atingindo mais de 100 milhões de visualização e agora será feito junto a instituição de ensino (Faculdades) o evento DIFUSAO DE A SAGA , que será uma turnê por todo Estado “MASTER CLASS” com exibição de um compacto e com palestras interpretativa histórica com atores e historiadores para a classe acadêmica e para a comunidade das locações das filmagens  e  com entrega de Certificados de Horas Curricular. 

“A Saga” – Primeira participação internacional


A única produção do Paraná na amostra internacional, no catalogo da EBC – TV Brasil. A Saga  foi apresentada no  
http://www.riocontentmarket.com  dia 25  de fevereiro, http://www.licenciamento.ebc.com.br/licenciamento/diversos/a-saga no Rio de Janeiro – Nos quatro anos anteriores foram realizados 277 painéis, keynotes e apresentações, com a presença de mais de 585 palestrantes, com destaque para os criadores premiados Dan B. Weiss, de “Game of Thrones”; Gideon Raff, de “Hatufim” e “Homeland”; Mark Gatiss, de “Sherlock” e “Doctor Who” e David Chase, de “Família Soprano”. “A Saga” representou o Brasil. 

           

“Claro que o intuito maior é fazer com que “A SAGA” seja um entretenimento dos mais agradáveis e interessantes enquanto minissérie televisiva. Mas é evidente que não podemos desprezar o grande valor Histórico e Educacional, como um documentário da formação do Estado do Paraná”, define o Diretor.


Sem dúvida, “A SAGA – Da Terra Vermelha Brotou o Sangue”, é uma Obra da Teledramaturgia que não encontra similar pela sua singularidade:


Feita com o povo, pelo povo e para o povo.


(Manaoos Aristides)